Quando você divulga o escotismo?

Quando você divulga o escotismo?

O escotismo no Brasil enfrenta dificuldades de crescimento, com um efetivo que já foi maior e está estagnado, não acompanhando o desenvolvimento proporcional da população do país. Diversas razões e alternativas estão expostas e discutidas no relatório O Escotismo Brasileiro, elaborado por de Jean Cassaigneau e publicado em fevereiro de 2008, a pedido da União dos Escoteiros do Brasil.

Uma das razões discutidas é a baixa autoestima que os jovens sentem em relação ao movimento, quando estão em público, conforme descrito na página 32, dizendo que sentem vergonha de aparecer de uniforme. Ora, certamente isto decorre do receio de serem ridicularizados ou debochados pelos transeuntes porque a indumentária escoteira pode parecer estranha a olhos incautos. Isto é um costume nacional, debochar das roupas diferentes, da camiseta do time adversário e tantas outras situações. Mas como esperar reconhecimento de um povo que picha suas próprias cidades, incendeia contêineres de lixo, se comporta como primatas quando dirigindo carros e motos e rouba bronzes de praças para derretê-los e vender a peso como sucata apagando a memória histórica? O problema é educacional e a solução certamente está fora do escopo do escotismo, embora este possa ajudar.

Muito bem, sabemos que para o crescimento da instituição o marketing é fundamental e que a repetição sistemática da imagem facilita muito na sua assimilação, todavia é raro os escoteiros serem vistos e mesmo não seria pertinente andar uniformizado vários dias da semana. Todavia, pensamos que temos uma alternativa muito eficiente à disposição, mas depende da participação de cada membro do movimento e não produziria constrangimento aos jovens.

É farto o material escoteiro que não compõem o uniforme/traje e é para uso social. Uma infinidade de camisetas, casacos, agasalhos, bonés, enxovais de eventos, pins e lapelas que a grande maioria de nós reserva para usarmos exatamente em atividades escoteiras, ou seja, junto de outros escoteiros. Pois a proposta é justamente usar este material diariamente como forma de divulgarmos sistemática e continuamente o movimento. Vá correr, pedalar ou caminhar nos parques com uma camiseta escoteira, use um boné ou chapéu australiano escoteiro para ir a praia, para ir para a escola, use as lapelas escoteiras no seu terno ou blaser. Adesive seu carro com adesivos escoteiros. Use canetas e peso para papéis escoteiros em seu escritório. Mostre de forma informal mas contínua que você é escoteiro. Faça isso sempre. Influencie os outros. Não tenho dúvidas de que teremos muito crescimento.

Os adultos podem iniciar a campanha de usar roupas com motivos escoteiros sempre que possível e os jovens se sentirão confiantes para também fazê-lo. Não perca a oportunidade de falar sobre escotismo com seus colegas e amigos. Quantas vezes só depois de conhecermos uma pessoa há algum tempo, descobrimos que ela também é ou foi escoteira? Isto só depois de já sabermos para qual time torce, o que gosta de comer e tantos outros detalhes pessoais. Isto ocorre justamente porque não deixamos transparecer que somos escoteiros. Guardamos segredo. Pois bem, divulgue o movimento, use suas camisetas e bonés escoteiros pela cidade, no cotidiano. É um marketing barato, elegante, frequente e que certamente trará muitos outros membros para o escotismo.

About mrvolkweis

Escoteiro no Grupo Escoteiro Chama Farroupilha 183 RS.

Posted on 20 de Janeiro de 2012, in Filosofia do movimento and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: