Arquivos de sites

Grupo Padrão Ouro 183 RS

simbolo

Saiu o resultado do Grupo Padrão 2014!

No Rio Grande do Sul, foram 55 grupos premiados. Destes 7 com o Padrão Bronze, 19 no Padrão Prata e 29 grupos escoteiros no Padrão Ouro.

Com muito orgulho, o Grupo Escoteiro Chama Farroupilha 183 RS conquistou o Padrão Ouro pelo SÉTIMO ano consecutivo. Somos Hepta!!! Resultado de muito trabalho e dedicação de todos os membros do grupo e de suas famílias, assim como da comunidade de Triunfo, que sempre apoiou e reconheceu o Chama Farroupilha.

Este ano, queremos dedicar a conquista ao Chefe Saulo Radin, fundador do grupo, que em 2013 retornou as atividades escoteiras após um pequeno período de recesso.

No Brasil inteiro, incluindo o 3 níveis de premiação, 280 Grupos Escoteiros foram agraciados. O resultado completo está no site http://www.escoteiros.org.br

Logo teremos a nova foto com o distintivo faltante!

DSCN6554

Anúncios

Inaugurada a Sede !!!

Chegou o dia! No sábado dia 13 de julho foi reinaugurada a sede do Grupo Escoteiro Chama Farroupilha. Após praticamente sete meses de reforma, a obra foi finalizada e entregue novamente aos jovens do grupo.

DSCN6806

DSCN6814

DSCN6811

Sra. Ângela Kober, mestre-de-cerimônias oficial do G.E. Chama Farroupilha

O prédio, inaugurado em 1995 na presidência de Sérgio Odorize, ficou pequeno para o grupo escoteiro, que hoje tem mais do que o dobro dos integrantes daquela época. Recebeu um telhado novo e ecológico com material de borracha reciclada, novas instalações elétricas e outro andar, resultando em sete novas salas no interior do prédio. Pode-se dizer que a sede praticamente dobrou de tamanho.

DSCN6835

Diretora-Presidente Zorika Tavares Schubert realizando seu discurso inaugural

DSCN6859

Diretora-Presidente Zorika e o mais jovem lobinho com promessa, Gabriel Krever Conzatti, descerrando as mesmas fitas da inauguração de 1995

O projeto audacioso foi executado pela atual diretoria, composta pela diretora-presidente Zorika Tavares Schubert, diretor-administrativo Sérgio Antônio Conzatti e Diretora-Financeira Daniela Gravina Delavi, contando com o apoio e patrocínio de muitas pessoas da comunidade que doaram diretamente para a obra não somente dinheiro, mas bens, serviços, materiais e prestígio, a saber: Paróquia Bom Jesus (Igreja Matriz), Ministério Público Estadual, Glória Jane de Souza, Limbermaq, Sustentare Seguros, esquadrias Euro, Dr. Cacildo e Silvia Helena Volkweis, Marino Viegas, Guga Transporte de Areia, Sidnei Luís da Silva, Dr. Fabrício Armazéns Gerais, Tecknosil, Engenheira Mariana, Redemac Rochas, Vinicius Lima Goldani, Lucas Meister, Daniel de Souza Franco, Serraria do Neni,  Antônio Mallman (Nico), Vilson Pires e Postes Mariane.

O apoio de toda a comunidade de Triunfo também foi muito importante prestigiando os eventos do grupo, que ultimamente tiveram seus recursos gerados canalizados para a obra, tais como os galetos, venda dos livros e camisetas, jantar dançante na Casa de Festas Cataventus, outdoor da rodovia TF-10 e demais promoções. O Chama Farroupilha agradece sinceramente a todos.

A fase final de limpeza, pintura e alguns acabamentos foram realizados pelo próprio grupo (jovens, chefes, dirigentes e pais), na forma de mutirão, durante três finais de semana inteiros e ocupando a todos, onde quem mais trabalhou foi a Tropa Sênior (jovens de 15 a 17 anos). A instalação elétrica também foi realizada pelo próprio grupo, sob o projeto e comando do Chefe Rafael Conzatti Umann. O mobiliário interno foi redimensionado e restaurado pelos chefes José Carlos Krause Lopes e Eduardo Valentin.

Em uma tarde muito alegre, embora nublada e com chuviscos, muitas pessoas prestigiaram a solenidade, quando as mesmas fitas da inauguração de 18 anos passados foram novamente descerradas, desta vez pela Diretora-Presidente Zorika e por Gabriel Krever Conzatti, o lobinho mais jovem com promessa do grupo. Na oportunidade, foram condecorados pelos Escoteiros do Brasil o chefe Daniel de Souza Franco com a Medalha de Bons Serviços 5 anos e os chefes José Carlos Krause Lopes, Berenice Teixeira Lopes e Elvis Sarmento Silva com a Medalha de Bons Serviços 10 anos, todos pelos relevantes serviços prestados ao escotismo, muito além da ocupação de cargos, funções ou cumprimento das rotinas habituais.

DSCN6854

Chefe Elvis Sarmento Silva sendo condecorado com a Medalha de Bons Serviços

DSCN6853

Casal José Carlos e Berenice Lopes, ambos condecorados com a Medalha de Bons Serviços

DSCN6844

Chefe Daniel de Souza Franco recebendo a Medalha de Bons Serviços do Chefe Saulo Radin, fundador do Chama Farroupilha

Com a abertura da sede, os presentes conheceram as novas instalações, onde cada ramo do escotismo (lobinho, escoteiro, sênior e pioneiro) disporá de um espaço próprio, com salas reservadas, com destaque especial aos lobinhos (7 a 10 anos de idade), onde a “Toca dos Lobos” tem pintada nas paredes os personagens do Livro da Selva, que narra a história de Mowgli o menino-lobo, em um dedicado trabalho da pioneira Letícia Lopes.

O Grupo Escoteiro Chama Farroupilha já era um grupo de grande destaque nacional, entre os 80 mil escoteiros do Brasil, por diversas razões: Ser por 6 anos consecutivos Grupo Padrão Ouro dos Escoteiros do Brasil, ter recebido o Prêmio Aurélio Azevedo Marques, Declaração de Utilidade Pública Municipal, Diploma da Mérito da Câmara de Veradores de Triunfo, participação em 8 Jamborees, presença constante nos Mutirões Nacionais de Ação Ecológica e nos de Ações Comunitárias, ter sua história publicada em livro, etc. Agora, mais uma vez se destaca com amplas instalações físicas, que levarão a melhora da qualidade do grupo.

DSCN6892

Chefe Mateus Freitas, Diretor de Escotismo, se pronunciando no interior da sede.

DSCN6893

Vista da cozinha e banheiros

DSCN6870

Nova vitrine de Troféus

DSCN6875

DSCN6876

Vista do andar superior, onde ficam os cantos de patrulhas escoteiras e seniores e a Caverna Pioneira

DSCN6863

DSCN6866

DSCN6868

Toca dos Lobos no andar térreo

Estamos orgulhosos de nossa sede nova, estamos orgulhosos da comunidade de Triunfo, convidamos todos a conhecer a “nova” sede dos escoteiros, a partir de 3 de agosto, quando retornamos de um breve período de férias.

Inauguração sendo preparada

A sede do Chama Farroupilha está praticamente concluída de sua ampla reforma e ampliação.

A parte final, correspondente a limpeza final, pintura e muitos arremates está sendo realizada por nós mesmos.

Arregaçamos as mangas e estamos trabalhando pesado nos últimos dias. O esforço de todos está rendendo uma boa economia para o grupo, além da união necessária para este trabalho. Abaixo alguns momentos deste experiência.

DSCN6677

A poeira em suspensão, invisível a olho nu, parece flocos de neve com o flash da câmera fotográfica.

DSCN6717

Chefe Krause reformando a mobília da sede.

DSCN6711

Lixa, muita lixa preparando a pintura.

DSCN6709

DSCN6693

DSCN6687

DSCN6683

Novos cantos de patrulha e Caverna Pioneira no andar superior recém construído.

DSCN6681

Livro PUBLICADO!!! The book is on the table!

Caros amigos, é com muita alegria e satisfação que podemos anunciar que o Livro está pronto!! CHAMA FARROUPILHA 183 RS, 25 ANOS DE HISTÓRIA, está impresso e entregue.

Pessoalmente, achei o livro muito bonito. A CORAG fez um trabalho gráfico excelente, uma impressão com muita qualidade e penso que a escolha pela maioria da versão colorida foi acertada. Na imagem abaixo vemos parte do capítulo que fala da primeira promessa e fundação do grupo em 1 de maio de 1986 e a foto da primeira promessa da alcatéia, ocorrida em outubro do mesmo ano.

São muitos personagens que compõem esta história, onde buscamos destacar os fatos mais relevantes ou a primeira vez que algum evento ou realização aconteceu no grupo. Também contamos as experiências dos 8 jamborees que o grupo participou, de 5 anos consecutivos como Padrão Ouro dos Escoteiros do Brasil e muitas histórias divertidas envolvendo os jovens.

Quase 200 páginas e mais de 90 ilustrações descrevem um pouco da história do escotismo no Brasil, visto sob o ponto de vista de um grupo escoteiro, localizado em uma comunidade pequena e as suas relações com as pessoas do lugar, contando como se deu esta construção e quem foram as pessoas que abriram este caminho.

Estamos preparando um momento especial para apresentar a obra, que certamente ocorrerá no mês de novembro. Neste lançamento, entregaremos os exemplares para os colaboradores do projeto que ajudaram financeiramente e puderem estar presentes, em um momento de confraternização e agradecimento. Foram 89 colaboradores que ajudaram na execução deste projeto.

Como a edição está toda paga, os demais exemplares serão vendidos e o dinheiro revertido para o Grupo Escoteiro Chama Farroupilha, tornando-se em uma valiosa contribuição para o grupo, que planeja ampliar a sede.

Obrigado a todos!

OBRIGADO !!!!

Primeira bandeira do grupo escoteiro Chama Farroupilha

Amigos,

Faltam 4 dias para encerrar o prazo de doação para a publicação do livro sobre os 25  anos de história do Grupo Escoteiro Chama Farroupilha 183 RS e coletamos até agora 105% do necessário. ISSO MESMO, CENTO E CINCO POR CENTO. Como se diz no Rio Grande do Sul, estouramos a boca do brete ! Passamos do limite, o que nos permitirá imprimir mais exemplares ou melhorar a qualidade !

Foram tantas as alegrias com este projeto que é difícil descrever. Tantas pessoas se envolveram, tantas participaram com grana, com divulgação, com trabalho braçal, com prestígio, com influência, com todas as armas disponíveis. Nesse momento, agradeço inicialmente a minha esposa, Waléria Schmidt (essa merece o pin do Cônjuge), que descobriu o Financiamento Colaborativo e o site Catarse na revista de bordo da Gol, quando voavamos de volta das férias e me apresentou a idéia.

Doações do Brasil inteiro e pasmem, inclusive da Europa, de Praga !

Antigos escoteiros, antigos chefes, fundadores do grupo, Conselheiros Nacionais, Executivos Escoteiros, parentes de todos, melhores amigos, amigos distantes, desconhecidos, ninguém fica indiferente. O escotismo é fantástico, revela as pessoas!

Prometemos em breve o detalhamento deste processo que parece muito promissor para os grupos escoteiros, neste momento queremos fazer o registro inicial de que conseguimos e de que em breve o livro estará no prelo.

24 de outubro de 1981 – O mosquito mordeu, a doença pegou.

Jamboree e Ajuri Nacionais

     O V Jamboree Nacional está se aproximando e aumenta a expectativa e a ansiedade de todos em participar deste grande acampamento. Rever amizades distantes de outros jamborees e fazer novos amigos sempre é algo muito bacana e esperado.

     Mas o Brasil realizou em 100 anos apenas 5 encontros nacionais? O primeiro Jamboree Nacional ocorreu em Navegantes, Santa Catarina em 1998. E antes disso ? Bom, antes os grandes acampamentos nacionais eram chamados de Ajuri Nacional, o primeiro aconteceu em 1957, comemorativo ao cinquentenário do escotismo e centenário de Baden-Powell, no Rio de Janeiro, embora outros regionais tenham sido realizados previamente. O último aconteceu de 19 a 25 de janeiro de 1990, no Parque Osório, em Tramandaí, Rio Grande do Sul, comemorativo aos 80 anos do escotismo no Brasil. Após, os Escoteiros do Brasil aderiram a nomenclatura internacional, usando o termo padrão, ou seja, Jamboree Nacional.

     Segundo Francisco Floriano de Paula, na página 23 do guia Para Ser Escoteiro de 1º. Classe, “Ajuris são concentrações de tropas distritais, regionais ou nacionais, com o fim de confraternização ou em comemoração a qualquer data ou fato. A palavra é de origem tupi-guarani e significa mutirão, relacionada com a reunião de tribos ou famílias indígenas para a execução de certos trabalhos ou tarefas.”

Capa do guia Para Ser Escoteiro de 1 Classe, edição de 1967.

Página do livro com a definição da palavra Ajuri.

     Na edição de 1990, o Grupo Escoteiro Chama Farroupilha participou do V Ajuri Nacional com uma patrulha de escoteiros, duas de sêniores e quatro chefes.

Parte da tropa sênior no V Ajuri Nacional, 183RS

Escoteiros do Chama Farroupilha no Parque Osório, V Ajuri Nacional, 1990

     Mas sem dúvida, o relato mais interessante dos Ajuris é o publicado no Relatório da Comissão Executiva do Rio Grande do Sul, em 1958. Uma descrição muito rica, que apresentamos digitalizada abaixo.

     A primeira página que trata do assunto no relatório é dedicada exclusivamente a foto da delegação gaúcha, tirada no pórtico de entrada do acampamento, que ao que parece, era organizado de acordo com as delegações estaduais.

Foto da Delegação Gaúcha no I Ajuri Nacional, Rio de Janeiro

     As duas páginas seguintes são dedicadas a um relatório bem minucioso sobre os detalhes da delegação, referências a rotina no campo e a organização do contingente. Há, também, conforme pode ser lido, agradecimentos a empresas que apoiaram o evento.

Relatório da participação gaúcha no 1º. Ajuri Nacional

      Abaixo, está a capa do relatório que trata de diversos assuntos referentes ao escotismo no estado do Rio Grande do Sul e não exclusivamente da participação no Ajuri Nacional.

Capa do Relatório da Comissão Executiva, 1958