Monthly Archives: Maio 2014

Jornal ZERO HORA, 27/05/2014

Matéria muito interessante sobre a visita de Lady Olave a Porto Alegre, recebida pelo governador do Estado, Leonel Brizola, publicada na Zero Hora de hoje, 27/05/2014.

olave 001

 

olave placa

 

Anúncios

Prancha de surf de garrafas PET

     No sábado 10 de maio, aconteceu na sede do Grupo Escoteiro Chama Farroupilha 183 RS um workshop de reciclagem de garrafas PET. O inusitado é que as garrafas são usadas para a produção de pranchas de surf e de stand up paddle e por isso são também chamadas de pranchas sustentáveis. DSCN8993      Projeto desenvolvido pelo surfista Jairo Lumertz quando morava no Hawaii, as pranchas ecológicas podem ser produzidas a um custo baixo, são eficientes e retiram do meio-ambiente muitas garrafas PET. As despesas correm por conta da cola de poliuretano, algumas barras de pvc e algumas folhas de EVA.

     A prancha de surf consome 55 garrafas, incluindo as utilizadas nas conexões, enquanto a de stand up necessita de 93 garrafas. O projeto também conta com o apoio de Carolina Albuquerque Scorsin, esposa de Jairo. Além de todo o envolvimento para a construção das pranchas, depois de executadas elas proporcionam, excelentes momentos de atividade saudável. Em Triunfo, foram testadas no rio Jacuí, pois não estamos no litoral.

     Os escoteiros Leopoldo Martins, Paola Zonato, Rafaela e Luísa Galetto são os responsáveis pelo projeto no grupo escoteiro, como parte dos requisistos para a obtenção da Lis de Ouro, distintivo especial do ramo Escoteiro, sendo o ponto máximo de progressão do jovem. Foram incondicionalmente apoiados em todas as etapas por Sirlei Galetto, a principal facilitadora do evento.

     Da esquerda para a direita: Jairo, Carolina, Leopoldo, Luísa, Paola, Rafaela e o chefe Mateus.DSCN9000

Mãos a obra, todos trabalhando no aprendizado do processo, com muitas dicas ensinadas durante a execução.

DSCN9010     A atividade iniciou com a apresentação do projeto, projeção de alguns vídeos sobre a matéria e então tudo é muito prático, dentro de uma premissa que o escotismo utiliza muito que é o aprender fazendo. Passo a passo, Jairo vai ensinando como fabricar a prancha, com todos trabalhando junto. Muitas dicas de manipulação dos materiais são transmitidas e as pranchas vão tomando forma rapidamente, envolvendo a todos. Algumas horas depois, estão prontas para o uso e já podem ir para a água. DSCN9015     O custo do projeto foi bancado por vários patrocinadores da comunidade triunfense, simpatizantes do escotismo, os quais sinceramente agradecemos: Matias Contabilidade, Redemac Rochas, sr. Remi Carlos Feet, Credtchê, Supermercado Econômico, Supermercado Camboatá, Loja Malibu, Maria Bonita, SIMTRI, CASARÃO, Casa Triunfo, La Fornera, Escola de Dança Simone Carvalho, Loja Pisetta, sr. Jeferson Wolf, Loja Candoca, sr. João Carlos Brietzke, e sr. Orizon César Jr que além do apoio financeiro também participou de todo o workshop. O próximo passo é produzir várias pranchas para poder realizar uma competição local.

Testes da prancha de stand up no rio Jacuí. DSCN9034 Equipe de apoio salva-vidas se posicionando. DSCN9035 Prancha de Stand Up Paddle posando para a foto oficial do evento. DSCN9059     Equipe de apoio da cozinha preparando o almoço nos fundos da sede do Chama Farroupilha, Sérgio Conzatti e Luiz Carlos de Machado, já que o evento durou o dia inteiro. DSCN9030

XX Congresso Escoteiro Nacional, algumas imagens

Um congresso dinâmico, com muito conteúdo, palestras, painéis e reuniões de diferentes grupos de trabalho. Com tantas opções, era necessário que cada participante elencasse os assuntos que tinha mais interesse para assistir e participar. Parabéns a Minas Gerais e a Direção Nacional por este evento.

A seguir, alguns breves momentos registrados.

Contingente do Rio Grande do Sul presente ao XX Congresso Nacional Escoteiro, de 1 a 4 de maio de 2014, em Belo Horizonte.

IMG-20140502-WA0001

Reunião de Gilwell, realizada na noite do dia 1º. de maio e coordenada pelo chefe Alessandro Garcia Vieira.

DSC_0088

Dinâmica durante a Reunião de Gilwell

DSC_0092

Grupo Escoteiro Chama Farroupilha 183 RS presente na V Feira Nacional de Projetos Escoteiros:

DSC_0095

Sessão Solene de Abertura do Congresso, na noite do dia 02 de maio. Chefe Oscar Palmquist, membro do Comitê Mundial e coordenador do grupo de trabalho Global Support daquele Comitê,  fazendo a entrega da Certificação de boas práticas de gestão institucional atestando a qualidade do Escotismo que vem sendo praticado no País, após auditoria externa pela Société Générale de Surveillance (SGS).

DSC_0103

Mesa de autoridades escoteiras composta:

DSC_0102

Coquetel de abertura

DSC_0110

 

Painel de Métodos Educativos, coordenado pelo chefe Marcos Carvalho, na manhã do dia 2.

DSC_0093

 

Galeria dos ex-presidentes dos Escoteiros do Brasil, quando completamos 90 anos da fundação da União dos Escoteiros do Brasil.

DSC_0098

DSC_0099

DSC_0100

DSC_0101

Jantar Festivo, marcou o encerramento do evento

DSC_0126

 

Getúlio Vargas no Ajuri Nacional

Quantos Ajuris Nacionais haviam sido realizados no Brasil, antes da adoção do termo Jamboree Nacional? Qual foi o primeiro? Ou qual o critério para contar os acampamentos nacionais realizados antes da escolha da palavra Ajuri? Este assunto já foi muito bem apresentado pelo Chefe Raoni Pinheiro e está disponível em http://scoutrek.blogspot.com.br/2010/11/ajuris-e-jamborees-nacionais-no-brasil_16.html

Todavia, a revista “Carioca”, na edição de 24 de junho de 1939, número 192, trás como matéria de capa o Ajuri Nacional dos Escoteiros realizado no Rio de Janeiro. Além da foto dos jovens perfilados com bandeiras, há um pequeno texto fazendo referência a reportagem e as páginas respectivas. Também chama a atenção, o preço em Réis, no canto superior direito.

 

DSCN8908

Não fosse o fato do escotismo ser notícia positiva em linhas gerais na reportagem, o enfoque principal do texto é o Presidente Getúlio Vargas, destacando suas ações e ainda retratado em quase todas as fotos apresentadas, em atividades junto aos jovens. Também cita algumas pessoas presentes e destaca uma forte repercussão junto ao público. Mas o mais precioso talvez seja justamente o discurso proferido pelo Presidente, que está transcrito no texto da revista, elogiando e enaltecendo as qualidades e virtudes do escotismo para a formação dos jovens.

DSCN8915

Presidente hasteando a Bandeira Nacional durante sua visita no evento.

DSCN8914

Meninas presentes, infelizmente o texto não traz maiores descrições sobre a atividade em si, a rotina diária, os participantes e tantos outros detalhes de um grande acampamento como este, realizado na Quinta da Boa Vista.

DSCN8912

Novamente o Presidente, agora aparentemente inspecionando um canto de patrulha.

DSCN8911

Outras imagens de desfile, o que demonstra que o Presidente visitou o acampamento no dia da abertura oficial, o domingo que a chamada de capa faz referência, quando os contingentes devem ter desfilado.

DSCN8910

 

DSCN8909

Abaixo, encontra-se na íntegra o texto da publicação, com forte apelo cívico. Outro ponto que merece atenção, pois reflete o pouco entendimento da época, é a descrição junto ao título, que descreve os escoteiros como “os soldadinhos de Baden-Powell”.

Contudo, é inegável o grande prestígio do Escotismo, uma vez que o Presidente da República comparece e discursa na cerimônia de abertura do evento, um fato, sem dúvida, muito relevante. O Brasil vivia o período do Estado Novo (1937-1945), durante a realização deste acampamento, período da Ditadura Vargas, um dos períodos mais autoritários da história do país, e justamente este presidente todo poderoso participa de uma atividade escoteira.

DSCN8917

xxxx