Monthly Archives: Junho 2014

Zero Hora de 24/06/2014

Matérias publicadas no jornal Zero Hora, de Porto Alegre, em 24/06/2014 e reproduzidas na íntegra. Obrigado ao Grupo RBS,

O grupo escoteiro Tropa Tiradentes no Ajuri de 1944

24 de junho de 2014

Foto: Arquivo Pessoal

Embora fosse aluno de escolas como o Instituto Maria Auxiliadora ou o Colégio Estadual Dom João Becker, Lourival Francisco dos Santos Junior atuou no Grupo Escoteiro Tupã-Ci, do Colégio Rosário, por quase três décadas. Agora, ele tem 40 anos, e é seu filho Leonardo, de nove, que frequenta o grupo, como “lobinho”. Não é só o garoto que mantém a conexão de Lourival com o escotismo. Em 2001, ele lançou o livro Escoteiros de Tupã-Ci, 60 anos cultivando um ideal e, agora, pesquisa dados sobre a presença dos escoteiros nos colégios maristas, para outra obra de resgate sobre esse assunto. Nessa busca, ele encontrou as duas fotos, de 1944, que publicamos hoje. As imagens mostram um “Ajuri” que ocorreu naquele ano.

Foto: Arquivo Pessoal

Ajuri, do tupi, é o mesmo que ajuntamento de pessoas, mutirão, auxilio mútuo. Internacionalmente, esse tipo de reunião é conhecida por Jamboree. Nas duas cenas, aparece um garoto de óculos. Ele é Delphino Aguiar (já falecido), que depois veio a ser Irmão marista. Esse grupo era denominado Tropa Tiradentes e fazia parte do Ginásio Santo Ângelo (colégio marista daquela cidade). Eles foram fotografados em formação para o desfile cívico de 7 de setembro de 1944, no cais do porto (onde se concentravam para a parada pela Avenida Borges de Medeiros), e acampados na Redenção (nota-se ao fundo a Igreja Santa Terezinha) quase ainda sem árvores.

http://wp.clicrbs.com.br/almanaquegaucho/2014/06/24/claudio-brito-de-lobinho-a-jornalista/?topo=13,1,1,,,13

 

Cláudio Brito: de lobinho a jornalista

24 de junho de 2014

Foto: Octacílio Freitas Dias, Arquivo Pessoal

“Melhor possível”, esse é o lema dos lobinhos, a garotada que ainda não atingiu a idade para ser escoteiro. Na foto ao lado, o menino de camiseta listrada é o jornalista Cláudio Brito num bivaque (acampamento), no Morro do Sabiá, em 1958 ou 1959. O momento registra o ingresso dele no Grupo Escoteiro Manoel da Nóbrega, fundado em 1944, no Colégio Anchieta, na Rua Duque de Caxias. Brito só nasceria quatro anos depois da fundação do grupo, mas foi escoteiro lá até 1965, embora fosse aluno do Colégio Nossa Senhora das Dores.

Anúncios

Imagens da Revista Jamboree

 

Nos primeiros 20 anos de sua existência, a revista Jamboree era bilingue, sendo publicada em inglês e francês, as línguas oficiais da Conferência Internacional. Havia também um encarte ilustrado que era especialmente útil para decorar quadros de avisos em sedes escoteiras ou cantos de patrulha.

A organização do periódico e das contribuições de correspondentes ao redor do mundo era uma das funções originais do Diretor do Bureau.

Publicação trimestral, era um grande stress para os funcionários do Bureau, contava com muitos voluntários para as traduções e era difícil manter suas notícias atualizadas. Todavia era um importante meio de conexão e de divulgação de informação e ideias. B-P era um frequente colaborador.

Em julho de 1940, durante a Segunda Grande Guerra, os conteúdos foram cortados drasticamente devido a falta de papel e pela mesma razão o primeiro número de 1941 foi publicado somente em inglês. A diminuição continuou e em 1942, o primeiro número apareceu como um folheto de quatro páginas que foi distribuído de graça para aqueles países e antigos assinantes onde a correspondência ainda era mantida, não importando quanto tempo levasse.

Em 1945 o Comitê Internacional não se reunia há seis anos e o encontro ocorreu em Londres nos dias 14 e 15 de novembro. Havia muitos assuntos importantes a tratar e entre eles, o futuro da publicação. O Comitê decidiu publicar uma nova série da Jamboree, agora mensalmente, o primeiro número aparecendo em maio de 1946, com o subtítulo de Journal of World Scouting e tendo como editor E.E. Reynolds. A ideia de uma publicação bilingüe foi abandonada por questões financeiras, embora ocasionalmente artigos e notícias aparecessem em francês.

 

 

capa revista

Nessa nova série, as páginas centrais eram ocupadas com muitas ilustrações do escotismo ao redor do mundo. Imagens sensacionais que retratam nosso movimento.

São apresentadas aqui imagens selecionadas de três números desse primeiro ano da mudança, correspondendo ao volume I, números 5, 6 e 7 de 1946.

Abaixo, uma imagem da patrulha Pato, uma homenagem de Walt Disney ao escotismo.

donald duck

Gravura desenhada pelo próprio Baden-Powell, ilustrando a revista.

cartoon bp

O próprio Baden-Powell retratado.

bp better olympia

Uma das contribuições mais interessantes nessa revista são as imagens dos dois primeiros Jamborees Mundiais. Abaixo, um cartunista representa várias atividades do primeiro Jamboree.

cartoon jamboree olympia

Foto de uma cadeia da fraternidade no Jamboree de Olympia com um representante de cada país presente.

cadeia frat olympia

Acampamento Nacional da Suécia, com imagem de escoteiros de diferentes nacionalidades.

boys scouts

Baden-Powell na Áustria, em 1931, em uma conversa muito animada!

bp e cardeal

Escoteiros nos alpes suíços.

alpes

Outra série de imagens muito interessante é a do 2° Jamboree Mundial, em 1924, na Dinamarca, com aspectos da montagem do campo.

2 jamboree 1924 americanos

Vista aérea do Jamboree, sem dúvida já um grande evento, havia pouco mais de 4.500 participantes.

2 jamboree 1924

Quantos fósforos ele usará?

fofi

Vista do campo dinamarquês em Ermeluden, local de realização do 2° Jamboree.

danish camp

 

Em 1955 outra mudança ocorreu e a revista World Scouting foi publicada em um novo formato, como uma sequência da Jamboree (1920-1954).

Fonte: Scouting Round the World, Wilson, John S., Blandford Press, London, 150 p., 1959.

 

 

 

Nova Sede do GE Jean de Lery 46RS

No sábado, dia 7 de junho de 2014, o Grupo Escoteiro Jean de Lery 46RS, da cidade de Estância Velha, inaugurou sua nova e moderna sede.

DSCN9664

Hasteamento realizado, o evento foi muito prestigiado, com a presença do Prefeito Municipal (José Waldir Dilkin), do presidente da Câmara de Vereadores (Lotário Seevald) e pelo menos mais dois outros vereadores, o padre da Igreja Católica e o pastor da comunidade evangélica Luterana, Diretores Regionais do Rio Grande do Sul, Márcio Sequeira da Silva (Presidente) e Breno Nunes Dias (Diretor Administrativo) e o Diretor Presidente Nacional, Marco Aurélio Romeu Fernandes.

Na oportunidade, além da Insignia da Madeira ao chefe Rômulo Faustino da Silva (Chefe Rufos), e do Troféu Longevidade ao Grupo, algumas condecorações aos membros do Jean de Lery foram entregues, com destaque para a medalha de Bons Serviços 40 anos ao chefe Osni Rosenhaim.

DSCN9676

 

DSCN9667

 

DSCN9671

 

Vista da nova sede:

DSCN9699

 

Ao fundo, a sede antiga que permanece como um anexo do prédio atual, ficando uma excelente estrutura para a prática do escotismo.

DSCN9702

 

Chefe Rufos e equipe trabalharam muitas horas para a execução da placa:

DSCN9684

Bruno Dornelles Pereira descendo do canto sênior:

DSCN9695

Contingente do Chama Farroupilha 183RS presente ao evento:

DSCN9697

Da esquerda para a direita: Gabriel Freitas, Otávio Carvalho, Lucas Sena (o amoroso), Mateus Freitas, Maurício Volkweis e Bruno Pereira.

Com o chefe Osni, amigo de muitos anos, dentro da sede antiga.

DSCN9714